11/02/2020
Campanha contra o Sarampo pretende vacinar quase 40 mil no ES                                               

A Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo começou na segunda-feira (10) e segue até o dia 13 de março, com o Dia D marcado para 15 de fevereiro. As vacinas estão disponíveis em 493 salas de vacinas do Espírito Santo.

De acordo com a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis da Secretaria da Saúde, Danielle Grillo, a estimativa é imunizar 39.927 mil crianças e jovens no estado, porém, com ressalva desse quantitativo de pessoas. “A estimativa de não vacinados se encontra em atualização, portanto os dados podem estar superestimados e precisam ser avaliados com cautela”, explicou.

A campanha é seletiva, com público-alvo definido pelo Ministério da Saúde para crianças de 5 a jovens de 19 anos. Serão imunizados aqueles que não receberam nenhuma ou apenas uma dose da vacina tríplice ou tetra viral, quem perdeu o cartão de vacinação ou aqueles que não sabem se estão com esquema vacinal completo.

Vitória

Na capital, todas as 28 unidades de saúde que possuem sala de imunização participarão da campanha. As pessoas podem se dirigir espontaneamente à US mais próxima de sua residência ou marcar o horário da vacinação através do agendamento online. Em Vitória, a cobertura vacina para sarampo entre crianças de até 1 ano é de 109,71%.

Vila Velha

Em Vila Velha, a campanha vai ocorrer em 17 unidades de saúde do município, das 7h às 16h30, de segunda a sexta-feira, à exceção dos postos da Prainha e Jardim Colorado. O Dia D está previsto para 15 de fevereiro.

Serra

 

Na Serra, foram aplicadas 51.422 doses de vacina contra sarampo em 2019. E em 2020, até o momento, foram 4.075. O público-alvo da campanha é a população de 5 a 19 anos, totalizando 109.789 pessoas no município. A estimativa é vacinar em torno de 10% desse total. Não há casos de sarampo na Serra.

 

As doses estão disponíveis em todas nas unidades de saúde da cidade. O horário de vacinação nas Unidades Regionais de Saúde é das 8 às 16 horas; já nas unidades básicas, a vacinação acontece de acordo com o horário da Sala de Vacina de cada uma delas.

Cariacica

Em Cariacica, inicialmente, as doses estarão disponíveis de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h30, nas unidades de saúde de Bela Vista, Nova Rosa da Penha II, Nova Brasília, Oriente, Rio Marinho, Jardim América, Santa Fé, São Francisco, Porto de Santana, Itapemirim e Jardim Botânico.

Já o dia D acontece em 15 de fevereiro, entre 8h e 16h, nas seguintes unidades: Bela Vista, Rio Marinho, Santa Fé, Oriente, Nova Rosa da Penha II, Jardim América, Porto de Santana, Bela Aurora, Nova Canaã, Cariacica Sede e Novo Brasil.

Guarapari

Na cidade de Guarapari, a imunização está disponível das 7h às 14h, em todas as unidades de saúde que possuem sala de vacinação. No dia 15 de fevereiro, acontece o Dia “D” da campanha, com as unidades Centro Municipal de Saúde, Roberto Calmon, Caic e Setiba funcionando das 8h às 16h.

Cachoeiro de Itapemirim

Em Cachoeiro de Itapemirim, no sul do Espírito Santo, as doses estão disponíveis no Centro de Saúde Paulo Pereira Gomes (PPG), localizado no bairro Baiminas, que abriga, temporariamente, os serviços da sala de vacinas do Centro Municipal de Saúde Bolívar de Abreu, que está em reforma. A população também pode procurar todas unidades de saúde do município que tenham sala de vacina para receber a dose. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h.

 

A doença

O sarampo é uma doença viral de elevada contagiosidade, cuja transmissão ocorre por meio de secreções nasofaríngeas expelidas ao tossir, espirrar e falar. Casos graves podem levar ao óbito.

Os principais sintomas são febre acompanhada de tosse persistente, irritação ocular, coriza, congestão nasal e mal-estar intenso. Após estes sintomas, há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias.

 

Reforço da vacina contra febre amarela

Outra estratégia definida pela Secretaria da Saúde (Sesa), em conjunto com os municípios, será a intensificação da vacinação contra a febre amarela em crianças de 4 a 7 anos, durante esta primeira etapa da campanha contra o sarampo.

 

 

 

Caderneta

É imprescindível levar a caderneta de vacinação para avaliação e anotação das equipes de vacinadores. Dentro da estratégia de cobertura vacinal definida pelo Ministério da Saúde, novas etapas da campanha contra o sarampo terão prosseguimento neste anos com público alvo nas seguintes faixas: de 30 a 59 anos.